Protocolo de alergia ao látex

A alergia ao látex pode manifestar-se como eczema, urticária, simples rinite ou conjuntivite, angioedema, asma e até choque anafilático. Nas reações intra-operatórias há que se destacar o aspecto mais característico que é o início de ação mais retardado, o qual pode ser explicado pelo tempo para o contato entre superfícies internas, membranas mucosas e as luvas do cirurgião. Além das mucosas, a absorção do látex dá-se através do trato respiratório e até mesmo da pele íntegra. A absorção dos alérgenos do látex pelo trato respiratório, veiculados através do pó lubrificante das luvas, não deve ser subestimada, quer como via de sensibilização, quer como forma de desencadear uma anafilaxia. A identificação do paciente visa proteger o paciente de exposição a materiais que contenham látex.

O procedimento Protocolo de alergia ao látex pertence à categoria: Clínica Cirúrgica

Este procedimento contém:

  • Guia rápido
  • Texto estendido
  • Materiais
  • VIDEOS/ANIMAÇÕES
  • Imagens
  • Checklist
  • Teste de Conhecimento